Celebrar a vida das minhas vidas

Julho é um mês cheio de simbolismos, mês das férias, metade do ano e mês dos meus aniversariantes preferidos, no mundo.
Cresci aprendendo a amar o dia do meu aniversário. E das tradições que trago de família, e que fiz questão de manter na educação dos meus filhos, uma delas, foi a alegria da celebração da vida, principalmente, no dia da nossa virada de ano particular, nosso aniversário.

Do dia 10 de dezembro, tenho as melhores lembranças, algumas, de quando eu era muito pequena, mas que renderam bons micos, até muitos anos depois de casada: eu era acordada com os “patinhos” cantando parabéns, no disco de vinil, amarelo. Claro que quando entramos na adolescência, eu e meu irmão, dizíamos que odiavamos, mentira! Eu esperava a noite inteira por esse momento e, enquanto não escutava aquela voz rouca e desengonçada dos patinhos cantando, eu não levantava da cama. Tempo bom!
E não ficava por aí, não. Tínhamos um dia especial: com comida preferida, presentes, surpresas, roupa nova, cartinha, festinha e muito, muito carinho. Sigo assim, até hoje, sem os “patinhos” cantando parabéns (o que é uma pena) mas, fazendo valer o aprendizado de celebrar a vida, com tudo que a gente tem direito.
É tão engraçado, vê-los, cada um à sua maneira, esperar por seu dia… João Pedro, comemorando, no próximo dia 24, seus 20 anos, querendo reunir os amigos (só os amigos), numa pegada informal, regada a vodka, música alta e gente legal (escolhida a dedo). Nada de família, por favor! “Minha mãe, quero comemorar, esse ano, só com meus amigos”. Diz, sem o menor pudor. E, achando isso, tipo assim… mega normal… sem estress!
Eu aqui do outro lado, pensando que fazia parte também dos amigos… mera ilusão, ledo engano! A parte que nos cabe, enquanto pais, é o famoso: ”pai trocínio”, no máximo um café da manhã ou almoço.
Que viva sua vida, meu menino grande! João Pedro, já nasceu pronto. Tão maduro, sensato e seguro. Dono de uma personalidade forte, carismático, engraçado, líder nato. Tem o melhor ombro do mundo, o abraço mais acolhedor, ele é agregador e lindo, lindo de corpo e alma. Mas a beleza desse corpo, vem sendo construída, porque assim, ele desejou e vem esculpindo com dois traços da sua invejável personalidade: disciplina e determinação. JP é divertido e solidário, jamais servil. Tem a generosidade dos bons e a inteligência de poucos.
João Vítor, é o dono do nosso dia 19 de julho. É emoção pura, energia pulsante, efêmero. Sorriso solto, abraço espontâneo e uma mente cheia de ideias. Com ele não tem meio termo, nem meias palavras. Ama todos os animais, as cores e tem todo barulho do mundo dentro dele. Ama e odeia pessoas e situações, como quem pisca os olhos. Típico comportamento desafiador, dessa fase divertida, dos seus 4 anos. É lindo de viver! Conversador, sempre com uma história nova para contar e nos encantar. É quem faz meus stories bombar.
Seu dia de virada para o novo ciclo, tem que acompanhar esse ritmo. E o representante da vez, vai ser o Homem Aranha.
Vocês não imaginam como é movimentada a vida dos pais nessa fase, haja imaginação. Passamos os dias entre super-heróis, animais, carros, dinossauros e, sinceramente, eu não sei se existe como ser mais feliz.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s