Covid-19 e emoções: uma relação direta

Por Daniel Hamido

Ao longo desses últimos 12 meses analisando o padrão energético do vírus covid-19/Sars/Cov-2, pude fazer correlações importantes. Como terapeuta, procuro encontrar padrões recorrentes assim como se fazem cientistas em suas pesquisas acadêmicas, porém sem o rigor científico. E com estudos de casos de uma, duas, três…. cinquenta pessoas, consegue encontrar esse padrão.

Os estudos de caso que pude fazer ao longo desses últimos 12 meses desde quando comecei a atender pessoas em março de 2020 mostraram que quando o padrão vibratório baixa do indivíduo- esse possui relações com algum aspecto emocional- o estado de saúde fica comprometido. Quando o padrão vibratório aumenta -livre de padrões vibratórios densos, mas apenas sutis- o estado de saúde fica estabilizado. Existe um gráfico – dos mais simples- que é um dos primeiros a medir isso. Ensino inclusive em meus cursos como a pessoa fazer a automedição de seu campo energético.

Em radiestesia, uma técnica a qual domino há 5 anos- muito antes da covid e pandemia- pude observar com as pessoas atendidas em formato remoto- elas em suas casas e eu na minha- que a repetição de um elemento chamado “larva astral”. Larva astral são consciências extrafísicas que atuam no campo energético de pessoas que vibram em energias de baixa frequência. Elas atuam em diversos locais e setores, bem como associando ao inconsciente coletivo daquele local. Exemplo: motéis possuem larvas astrais específicas da promiscuidade. Nem todo mundo que vai lá é promíscuo, mas quem vai acaba pegando um pouco dessa energia do inconsciente daquele local que é a promiscuidade.

E assim existem larvas astrais em estádios de futebol (sim, lá também!), saunas gays, muitos outros locais e se você não cuidar até mesmo na sua própria casa! No próximo artigo, vamos falar sobre esses locais a mais e nos aprofundar sobre esse tema que considero pertinente.

As larvas para atuarem precisam de um “ambiente energético” propício. Assim como colônias de bactérias hospedeiras precisam de um Ph, glicose e outros elementos físicos, as larvas astrais precisam desse ambiente também! Quais são esses ambientes?

  • Pouca iluminação do sol;
  • Baixa vibração do pensamento (reclamações, murmurações, ressentimentos, mágoas, raiva, ódio, vingança, medo, dúvida, insegurança, etc)

Com esses 2 elementos acima por muito tempo, fica o ambiente energético propício para que a pessoa pegue covid-19, adoeça, agrave o caso e desencarne fisicamente. Por quê? Por que a larva astral precisa que o padrão vibratório do hospedeiro esteja com baixa de frequência!

Em outras palavras, não tenha receio do vírus, nem alimente ele energeticamente com medo, nem dando poder a ele com medo que sente por ele, nem negligenciando ele. Ele não é apenas mais um vírus. Mas também não um ser mitológico de 7 cabeças “cavaleiro ceifador”. Ele vibra na frequência que cada indivíduo vibra! Caso a pessoa vibre por exemplo no medo ele se “alimentará” energeticamente desse medo e o estado de saúde irá agravar, podendo a pessoa ir até a óbito. Já em outro cenário, caso a pessoa vibre na gratidão, no perdão, no amor, no auto perdão, mesmo que pegue o vírus, nada irá acontecer a você, podendo muitas vezes ser um vírus assintomático nos moldes físicos de percepção.

Você tem 2 opções de agora em diante. Fazer de conta que não leu esse artigo e dizer que nada disso faz sentido e “pagar o preço” da negligencia energética ou buscar se cuidar mais das emoções, do padrão vibratório que são aspectos diretamente associados ou mudar esse padrão energético e se cuidar de forma inteligente. A decisão é sua. 

Caso você tenha parentes e familiares, podemos ajudar a melhorar o padrão de saúde e qualidade de vida bem como ajudar a reduzir os incômodos tratando o campo energético em paralelo ao tratamento convencional. Fale conosco.

No próximo artigo, irei compartilhar dicas simples para que você possa ter condições favoráveis para sua “casa energética”, sua morada física, seu corpo possa vibrar de forma harmônica independente do covid bater na sua porta.

Ego e poder, como trabalhar isso e poder iniciar um processo de libertação?

Por Daniel Hamido

Na minha caminhada da vida, tenho visto como ego e poder andam lado a lado. É uma linha muito tênue que separa ambas. Tão tênue que a falta de consciência de um indivíduo sobre si, pode trazer ao indivíduo uma total “cegueira” seja ela de ordem espiritual, mental ou emocional.

​Vamos dar um exemplo. Se a pessoa é vegetariana, é claro e notório que ela come apenas frutas e vegetais e defende o não consumo de alimentos a base de animais. Ponto. Até aí está tudo certo. A partir do momento que ela acredita ser superior ao outro que não é vegetariano, porque ela é vegetariana, ela caiu na armadilha do ego espiritual e mental.

Vamos a outro exemplo. Uma pessoa que é praticante da consagração da Ayuasca defende o uso da substancia alucinógena para obter ganhos espirituais quaisquer sejam eles. Para esse exemplo esses ganhos também não importam. Quando que ela acredita ser superior ao outro que não consagra a Ayuasca, porque ela consagra, ela caiu na armadilha do ego espiritual.

Percebe-se que isso é uma linha tênue, pois é um movimento que traz prazer, desejo e uma intenção de compartilhar com o máximo de pessoas. As redes sociais são as principais plataformas de propagação disso atualmente. 

Mas o que deveria ser um meio digital de compartilhamento de ideias, muitas vezes acaba sendo um meio de disseminação em alguns casos de brigas, insultose discursos ofensivos que muito mais fazem mal ao individuo do que bem. 

E aí, o ego vai mais uma vez operar afirmando aquilo que para ele é o mais importante: a sua opinião. Dito isso não estou dizendo que a pessoa não possa expressar sua opinião. Mas num nível inconsciente o ego não gosta de ser contestado, censurado, “humilhado”.

Uma crítica ou ponto de visto divergente contra aquela afirmação qualquer que seja é um insulto e humilhação para o ego. E ele reagirá agressivamente, porque num nível inconsciente ele diz para si: “quem é essa pessoa para me contestar?” ou “o quanto ela é superior para dizer o que eu devo fazer?”  

Segundo Osho, o indivíduo com alto nível de ego – ou egoíco – acredita que o poder dele é medido na quantidade de pessoas que ele interfere. Não importa se essa interferência é boa ou ruim. Ele quer apenas saber em quantas vidas ele interveem, interfere e possui de domínio. 

Esse domínio gera nele um “ar de superioridade”, uma sensação ilusória de que ele é superior aos outros a partir do ponto que ele interfere. Seja isso na CiPAT da empresa, seja como gestor de uma empresa privada, seja como gestor de um fundo de investimentos, seja como representante do povo -um político- ou qualquer cargo público qualquer. 

Diante disso, como trabalhar isso? Como desconstruir algo que foi construído ao longo dos anos e anos e que muitas vezes foi gerado um reforço “positivo” daquilo que o ego entende como reconhecimento?

Essa conversa franca, essa leitura por si só já ajuda a trazer uma tomada de consciência a respeito. Cada um que possua um desejo sincero em seu coração, com a leitura, a busca em materiais verdadeiramente que tragam o autoconhecimento, poderão vivenciar suas melhores fases de tomada de consciência aonde quer que seja: política, religião, direitos humanos, direitos das mulheres, direitos de classes, direitos de igualdade entre cores. 

E ao trazer o seu ponto de vista em relação a algo no que quer que seja, seu ponto de vista será defendido por você mesma sem nenhum ou qualquer ar de superioridade nem se preocupando com a aprovação do outro nem tampouco com a desaprovação ou não concordância do outro também. E o fato do outro não concordar com seu ponto de vista em algo não faz dele ou dela seu inimigo nem dele ser inferior. 

o fato do outro não concordar com seu ponto de vista em algo pode ser visto apenas como igual porque você iniciou o desejo sincero de trazer luz para suas sombras do seu ego. Vamos dar continuidade desse assunto no nosso próximo artigo. Até lá.

Daniel Hamido

Terapeuta Tântrico formado pela Comunna Metamorfose, Instrutor de Delerium Privativa – Treinamento Multiorgástico para Casais com as (Sensitive Massagem, Êxtase Total Massagem, Yoni Massagem e Lingam Massagem, G-Spot e P-Spot Massagem). Formado como mestre reiki, radiestesia e apometria – técnicas de identificação, limpeza e correção energética- ministra cursos na área para uso pessoal. Formado como Master em Eneagrama pelo Ibeth(Instituto Brasileiro de Eneagrama e terapias holísticas). Formando em Educação Física pela Universidade Federal do Ceará.