Território da memória

Por Coletivo Abayomi

Sempre que pensamos em corpo as imagens que se formam prontamente nos direcionam a pensar na estética, no desempenho físico, sua fisiologia mas, ao longo do tempo, com o descortinar dos saberes e o aprofundar nas culturas não ocidentais, compreendemos que o corpo é mais, muito mais, do que algo a ser reproduzido em uma estátua de mármore BRANCO.

Imagem: Marta Azevedo

A corporeidade está para nós como algo singular, capaz de contar histórias, nossos corpos diaspóricos revivem mitos e ao revivê-los nos informam sua ética milenar. Nosso corpo PRETO, moldado no barro de Nanã e que inspira e expira a todo momento o sopro de vida de Olodumaré, nos conta todos dos dias dos caminhos que fez para chegar até aqui.

Como diz Lube Prates, temendo o peso que teria uma vida inteira para este país não nos permitiram trazer malas, mas ainda assim trouxemos a cor da nossa pele, nossos cabelos crespos, nossos muitos idiomas maternos, nossas comidas preferidas, nossos orixás, nossos antepassados e tudo isso na memória de nossa língua. Afinal, somos também um pouco daquele que tudo come e tudo devora e nos fizemos 1000 mais 1 experimentando um eterno vir a ser, pois sabemos nunca teremos fim, apenas começos e meios, e nos tornamos múltiplos.

Imagem: Juh Almeida

Corpo a corpo, nos recriamos, nos aquilombamos, cantamos, dançamos, comemos, recobramos nossas memórias ancestrais ao fazer da vida nosso teatro e fizemos deste não-lugar território de nossas memórias onde cada um é um todo e, citando Hampatè Ba, a cada perda se perde uma biblioteca inteira.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s