Meu sobrenome é gratidão

Por Roberta Bonfim

Esse Lugar ArteVistas é um desejo de trabalhar junto a partir das individualidades, com textos e programas diversos que dialogam com outros diversos ampliando-nos. Eu, Roberta. Assisto a todos os programas, por fazer parte deles como operação e adoro, e também como público que ama aprender como faço com Mirabilia. 

Olho esse Lugar e percebo essa potência toda que somos individualmente e involuntariamente enxergo a lindeza que somos juntes.. Mas, descobri esses dias que por TENTAR (preciso da sistematização prática de Rafa Vasconcelos)  organizar o conjunto que podemos ser , há a interpretação de se estar trabalhando para mim,  que daqui também por todes,  para todes e é nisso que creio, que se todos fizerem um bocadinho fica massa e é no desejo de encontrar esse lugar que trabalho e faço isso na vida. Vivo de fazer associações e buscar os melhores caminhos de modo coletivo e vivendo essa busca na vida, percebo o quanto não nos ouvimos e já reagimos, como se reagir fosse mais fundamental que ouvir na construção do todo que somos.  

Mas se pensamos que somos essencialmente animais em desenvolvimento mental e tecnológico, talvez quem sabe chegarmos às nossas inteligências essenciais. E a questão que me vem assolando a mente é até que lugar o mental não nos afasta intuitivamente do essencial. Se atraímos o que sentimos, precisamos exterminar as violências e a escassez.  hihihi

Viagens e brincadeiras a parte, o que digo é que a construção do coletivo não é fácil, pois formar um coletivo é ir montando os quebra cabeças dos seres que somos, entendendo que algumas peças são mais fluidas, outras de mais difícil encaixe, outras de rápido encaixe e rápido desencaixe, observar a construção de um coletivo é perceber as nossas diversidades, nossas mudanças e a liberdade de mudarmos tudo, mas é preciso também ter cuidado com o outro e com o lugar que habitamos. E assim seguimos entendendo nossa individualidade e como melhor nos colocamos nesse lugar tão diverso que somos individual e coletivamente, pois cada um de nós é e carrega mundos.

Aqui não queremos caber em nenhum lugar, pois acreditamos na dilatação dos lugares. Aqui o desejo é que façamos o que nos faz feliz, não como uma obrigação, mas como um construir coletivo com individualidade e compromisso. 

Assim hoje somos de fato uma revista eletrônica, e se você que me lê é fera em revista e queira nos colaborar, aceitamos ajuda para essa divisão em editorias. 

Dentro dessa revista eletrônica que acredita na arte onde estiver, como caminho para transformações responsáveis necessárias e possíveis, temos os programas do canal e aqui segue os links de nossa programação linda e repleta de ArteVistas, brilho nos olhos e inspiração.

Na quarta da semana passada colocamos no ar o quarto episódio da nova temporada desse programa que completou 9 anos e que amamos realizar e aprender nesse caminhar. E um dos grandes aprendizados é que na prática a teoria é outra. hihihi Mas, olha que lindeza.

Na quinta o Conversa Entre Nós que tem apresentação de Silvia Helena conversou com parte da turma do Coletivo Fundo da Caixa, estavam com a nossa apresentadora psicóloga Mariana Vasconcelos e Cristian – Cris Graffiti , com rápida participação de lukes. 

Na sexta uma aula sobre o feminino, sobre história e direitos e com sotaque. Grata Marta Aurélia por Claudia. Casa D’Aurélia

No sábado teremos Novos Tempos e Novos Ciclos, mas Crica pediu para não seguir, Renatinha ia fazer uma cirurgia e eu fui tomar a primeira dose da vacina. Um dia emocionante de agradecimento ao SUS e a ciência.  Mês que vem voltamos a falar sobre maturidades.Domingo ainda não temos essa programação se você tiver vontade de contribuir esse lugar é nosso.

E ontem eu tive a grata honra e alegria de bater papo com três ArteVistas muito fundamentais para mim e esse lugar: Flaira Ferro, Eduardo Marinho e Tiago Gomes. Foi uma lindeza. 

E agora às 17 horas temos o programa Papo Atípico que é esse lugar para falarmos sobre o espectro autista, até o próximo programa eu sou apresentadora, depois que vai seguir esse barco junto com Marcelo Muz e Cris Cordeiro, será Mariana Castro. 

Gratidão por esse caminhar de tantos ArteVistas e que fazem cada dia mais crer no quanto somos massa se nos dispusermos a nos conhecermos e cuidarmos individual e coletivamente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s