Tempo de novas cores, sabores e novos amores.

Silvia Helena de Amorim Martins.

Tenho a impressão de que o tempo passa cada vez mais rápido inclusive Mario Quintana aborda isso no seu poema O tempo.

A vida é o dever que nós trouxemos para fazer em casa

Quando se vê, já são seis horas!

Quando se vê já é sexta-feira!

Quando se vê já é natal…

Quando se vê já terminou o ano…

Quando se vê perdemos o amor da nossa vida.

Quando se vê passaram 50 anos!

Agora é tarde demais para ser reprovado…

Se me fosse dado um dia, outra oportunidade, eu nem olhava o relógio.

Seguiria sempre em frente e iria jogando pelo caminho a casca dourada e inútil das horas…

Seguraria o amor que está a minha frente e diria que eu o amo…

E tem mais: Não deixe de fazer algo de que gosta por falta de tempo.

Não deixe de ter pessoas ao seu lado por puro medo de ser feliz.

A única falta que será é a desse tempo que, infelizmente, nunca mais voltará.

Lindo, forte e nos convoca a refletir sobre o que estamos fazendo do pouco tempo que nos resta de vida? Sim por que os sonhos e desejos são muitos e a vida parece ser curta para realizar o que acreditamos querer. O objetivo desse texto é inquietar o leitor (a) sobre suas escolhas e a sua relação com o tempo. Será que você deseja realmente o que diz desejar? E por que não coloca em prática? Eu sei que você deve estar pensando: A Silvia está aqui me cobrando???!!! Não caro leitor(a), estou apenas fazendo uma provocação.

No poema acima já foi alertado sobre a relevância de não deixar de fazer algo que gosta ou com quem gosta por falta de tempo. Dessa forma o que não pode ser deixado para amanhã ? O que não pode ser postergado ? E quanto aos seus desejos será que estão sendo adiados por medo ?

Sempre estamos afirmando o nosso desejo de ter algo, alguém, alguma coisa, mas será que bancamos esse desejo? Será que nos colocamos na posição ativa frente ao objeto de desejo ? Eu sei isso requer coragem, muita coragem na verdade. Sair de uma posição cômoda, se arriscar, lidar com o diferente, fazer um esforço para entender que não existe respostas e pessoas prontas e que tudo é um processo.

E nós também estamos aqui tentando desatar os nós!!!! Sim desatar é uma palavra bem simbólica representa liberdade. Você tem liberdade de ser quem você é ? Ou será que você tem perdido tempo tentando se tornar quem os outros gostariam que você fosse? Isso é bem pesado e a vida não minha concepção deve ser algo leve.

É tempo de reflexão e mais ainda de novas cores, sabores, afetos e novos amores….. Um grande abraço e nos vemos em breve, se sentir saudades me segue no @silviahelena.psi e me acompanha no programa Conversa entre nós sempre ás 19 horas na quinta, transmissão pelo youtube só clicar no canal LugarArtevistas.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s