Ainda sobre o Oscar 2021!

Olá, povo!

Como estão todos? Espero que mantendo os cuidados necessários, principalmente agora que estamos tendo um relaxamento no isolamento social, e muitos já devem estar voltando às atividades presenciais, o que requer maiores cuidados!

Esse ano, por causa da pandemia da Covid 19, a 93ª cerimônia do Oscar foi bem diferente. Não aconteceu no Teatro Dolby, em Los Angeles, como ocorre tradicionalmente. A cerimônia deu-se de forma híbrida, presencialmente, com número bem reduzido de participantes, todos testados para Covid e de máscara, na Union Station, em Los Angeles, e por videoconferência a partir das cidades de Paris e Londres. Apesar da mudança, manteve o tapete vermelho e seu glamour!

Hoje trago para vocês mais dois filmes indicados ao Oscar.

Primeiro falarei de “Meu Pai”, um filme que nos trás a história de um senhor de 81 anos, viúvo e que mora sozinho. Acostumado a ser uma pessoa independente, mas desenvolvendo demência a passos largos, não tem noção de sua doença e se recusa a ser auxiliado por uma cuidadora de idosos, fazendo com que sua filha tenha vários problemas com isso.

O filme é estrelado por Anthony Hopkins e Olivia Colmam, que dão show de interpretação! Me atrevo a dizer que foi a melhor atuação de Anthony Hopkins, que inclusive levou a estatueta de melhor ator! Merecidíssimo!

“Meu Pai” foi indicado a 06 categorias: melhor filme, melhor ator (Anthony Hopkins), melhor atriz coadjuvante (Olivia Colman), melhor roteiro adaptado, melhor edição e melhor design de produção. Levou dois Oscar, melhor ator e melhor roteiro adaptado!

É um filme emocionante, tenso, que nos mostra como podemos nos tornar frágeis e vulneráveis! É imperdível! E aconselho a assistam com uma caixinha de lenço à tira colo! Está disponível no NOW.

O segundo filme de hoje é “Uma Noite em Miami”, filme dirigido pela já conhecida e premiada atriz, mas estreante como diretora: Regina King! Foi indicado a três Oscar: melhor ator coadjuvante (Leslie Odom Jr), melhor cação original e melhor roteiro adaptado.

Nos trás um recorte da história de Muhammad Ali, quando ainda se chamava Cassius Clay. É uma ficção. Fala do seu primeiro campeonato mundial de Box, antes de anunciar ao mundo que havia se convertido ao Islã. A produção conta como se deu essa conversão e da sua amizade com Malcom X, Sam Cooke e Jim Brown. Um filme lindo e intenso, de diálogos profundos e interpretações tocantes! Vale muito à pena assistir! Está disponível na Amazon Prime.

Até o mês que vem! Se cuidem!

Forte abraço!

Janaina Alencar.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s