Faxina

“A Carta do Dia” é uma coletânea de textos com mensagens de minha autoria, publicadas diariamente no Caderno Buchicho do Jornal o Povo, entre os anos de 2003 e 2015. Nesses tempos de isolamento e novas escritas, as gavetas da memória abriram e deu vontade de rever e compartilhar com #lugarartevistas esses anos de afetos e muita gratidão, graças a escrita… #acartadodia

Quando um pensamento ou crença não é mais útil, o melhor seria nos livrarmos dele! Achei muito legal quando encontrei nas minhas leituras uma analogia entre o exercício de livrar a mente dos pensamentos negativos com uma faxina na casa. Limpar a mente separando coisas que valem a pena daquilo que não serve mais. Tal qual a maneira como vamos arrumando partes da nossa casa. Existem coisas que já não usamos, mas que precisamos de tempo pra desapegar e jogar fora. Tem coisas que nos livramos com muita facilidade. O mesmo deve ser feito com os pensamentos, dizia o texto: “Alguns eu amo, por isso dou-lhes brilho e polimento para torná-los mais úteis e belos. Outros, noto que precisam de conserto, restauração, cuido deles da melhor maneira no momento. Outros ainda são como jornais e revistas velhas, ou roupas que não servem mais. Estes eu jogo no lixo e esqueço deles para sempre.” O bom da faxina é deixar tudo limpo e abrir espaço para o novo. Com os pensamentos, é jogar fora os limitantes, dando lugar a padrões mais positivos que farão a gente se ver e se sentir muito melhor com nós mesmas(os), com os outros e com a vida.

Publicada em  19/01/2014

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s