Escrita tardia

A minha relação com os homens tem sido sempre um cansaço.

O mesmo cansaço que me acomete a família, o trabalho, e por muitas vezes o convívio social…

Ainda ontem me perguntava para que serve o meu corpo, se ele não serve à minha satisfação.

Não tinha ganas de seguir vivendo.

Tinha desejos e pensamentos de atentar contra o meu corpo.

Atentar contra si, seria tomar as rédeas do seu destino?

Se o meu corpo e a minha consciência, que é tudo o que eu tenho, não encontram aqui espaço algum, para que lugar eu me mudaria?

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s