Orgasmo Terapêutico, você sabia que isso existia?

O orgasmo acorda inúmeras potencialidades do corpo, que ainda estão latentes. O orgasmo estimula produção dos hormônios indispensáveis à felicidade e ao relaxamento. Alguns desses hormônios são ocitocina e endorfina que o ser humano não produz em um nível satisfatório.
meditação orgástica

Em pleno 2021, é surpreendente a grande quantidade de mulheres que não sentem orgasmo ou que nunca alcançaram um orgasmo de qualidade, afetando diretamente a sua qualidade de vida.

               Vivemos na chamada era da informação, mas parece que não temos informação alguma sobre o orgasmo e a sua importância, vital para a nossa saúde, física, mental, emocional e espiritual.

O orgasmo acorda inúmeras potencialidades do corpo, que ainda estão latentes. O orgasmo estimula produção dos hormônios indispensáveis à felicidade e ao relaxamento. Alguns desses hormônios são ocitocina e endorfina que o ser humano não produz em um nível satisfatório.

Para se ter uma ideia de como a endorfina é rara em nossa liberação química, são necessários pelo menos 60 minutos de exercício físico intenso com frequência cardíaca estando na faixa de 60-85% da frequência cardíaca, máxima do indivíduo para esse elemento químico neurotransmissor estar em níveis aceitáveis para um relaxamento adequado e sensação de bem estar.

Com o orgasmo sendo intenso e por 15 minutos essa mesma quantidade já alcançada, segundo muitas mulheres consultadas. Disso nasceu OM ou Orgasmic Meditation ou a Meditação Orgástica.

Com isso, casais de todo mundo já tem surtido ganhos em suas relações com mais afetividade, redução do estresse, redução da ansiedade e mais conexão a dois.

          O orgasmo, além dos inúmeros benefícios ligados à saúde, ainda aumenta a imunidade, a empatia -ferramenta de inteligência emocional cada vez mais requisitada em entrevistas de trabalho e emprego- a criatividade, ampliando ainda mais o autoconhecimento e a qualidade da relação amorosa. Além disso ainda traz um aumento de foco e produtividade de quem se permite ao processo.             

          Você leitora pode trazer seu companheiro para aprenderem juntos essa técnica e obterem ganhos duradouros na relação como redução de disfunções sexuais que acometem as mulheres como ausência de orgasmo ou vaginismo que são dores que muitas mulheres sentem ao fazer relação sexual com seus companheiros.

          Vale citar que o vaginismo possui um profundo campo psicossomático associado, ou seja, é uma doença clinica classificada na área médica mas que possui forte impacto do mal estar na relação a dois. Ou seja, aquilo que a mulher não quer falar, o corpo acaba falando porem de forma silenciosa. Fique atenta a isso.

          Outras indicações do orgasmo terapêutico é quando você sofre daquelas dores de TPM. Os meninos ficam de zoação dizendo que TPM=treinadas para matar! 😊 Com o orgasmo gerado, as dores tendem a reduzir e aliviar com o processo sendo vivenciado com frequência.

          Se você está com desafios na intimidade da relação, já recomendo a você um curso focado para casais que atua com técnicas antigas do Tantra que usam meditação, respiração e práticas a dois que ajudarão ambos também a acessar o orgasmo. Mas fique tranquila, tudo é respeitando o tempo e o ritmo de cada um e é uma prática muita séria e sadia ao contrario do que muitos imaginam…

          Segundo muitas referencias da área como Shree Rajneesh Osho que cita:
O orgasmo é o envolvimento do corpo total: mente, corpo, alma, tudo junto. Você vibra, o seu ser completo vibra, dos pés à cabeça. Você já não está no controle; a existência tomou posse de você e você não sabe quem é.

Osho

        Finalizando esse texto, peço que você leitora traga um olhar para esse lugar da sua existencialidade. Como você lida com seu orgasmo?

Fontes: https://www.healthline.com/health/orgasmic-meditation-101

https://www.osho.com/pt/citacoes-portugues/osho-cita%C3%A7%C3%B5es-sexo

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s