Aniversário de 1 ano de uma MÃE.

Lara Leoncio

No dia 13 de janeiro de 2021 Íris Luz faz um ano de nascimento e com isso comemoramos também um ano do nascimento de uma mãe. E vendo tudo que passamos nesse ano percebo como é tudo muito forte. 

Lembro do pavor que fiquei quando tava saindo da maternidade com aquele presentinho divino nas mão, sim pavor, pois passei 5 dias na maternidade e tudo o que eu precisava, qualquer dúvida sequer, eu tinha ao meu redor médicas, enfermeiras e muitos outros profissionais que podiam me socorrer, na hora que estava no carro com meu esposo indo pra casa que caiu a ficha, negocio ficou serio.

Foto tirada na maternidade, um descanso necessário.

Agora um ano depois, vendo minha pequena andar, falar, correr, sorrir, brincar, percebo que realmente o negócio ficou sério, mas com uma pitada de leveza, aconchego e muito amor. 

Fico tentando decifrar o sentimento ou transpor em palavras o que meu coração sente, mas como é complicado. Como é complicado descrever um amor, medo, loucura, alegria se nunca tinha sentido isso antes, tudo muito novo, mesmo eu tendo lido muita coisa, estudado muito e me preparado, não sabemos nem a dimensão desse sentimento. Mas vamos lá, vamos tentar…

foto do primeiro mês em casa.

Até agora, cada momento foi muito comemorado, desde a notícia, toda gestação até o parto. E até agora sempre foi a primeira vez… a primeira vez que chorou, a primeira vez que olhou, a primeira vez que mamou, a primeira vez que sorriu, a primeira vez que fez coco e xixi, a primeira vez que falou mamãe, papai, vovó, a primeira vez que sentou, que engatinhou, a primeira vez que ficou de pé no berço, a primeira vez que caiu, a primeira vez que ficou em pé só, a primeira vez que caminhou, só um passo, agora dois, a primeira vez que comeu, a primeira vez;

a primeira vez que eu sorri, a primeira vez que eu chorei, a primeira vez que eu amamentei, a primeira vez que eu consegui ir ao banheiro, a primeira vez que eu levei o cabelo, a primeira vez que eu escutei mamãe, a primeira vez que eu acalentei um choro, a primeira vez que eu esqueci de mim, por ela, a primeira vez que eu cuidei de mim, por ela, a primeira vez que recebi um abraço de amor de filha, a primeira vez que segurei na mão para ajudá-la a caminha… nossa quantas primeiras vezes que nunca serão repetidas. 

foto curtindo o ano novo

Como me encho de orgulho, vendo aquela menina que entrou na maternidade e saiu apavorada com uma grãozinho de vida nos braços, pra tudo que já conquistamos juntas. Toda a confiança, o respeito, o cuidado. Principalmente nesse ano tão maluco de pandemia, sem poder fazer tanta coisa que era comum fazer. Nossa, como tive medos enlouquecedores dentro desse um ano, não só por conta do que todas as mãe passam, que já é muita coisa, mas por medo de pegar uma doença que mata o tempo todo e sem ter cura ainda, pensar em deixá-la só, ou dela pela essa doença, não gosto nem de imaginar, o medo ainda paira. Efim… 

Hoje vejo um caminho lindo trilhado por duas recém nascidas. E percebo que ainda vão vir muitas outras primeiras vezes, mas também percebo que muitas dessas primeiras vezes tão bem vividas e comemoradas só vão sendo lapidadas dia após dia. 

Queria poder fazer uma festa grande para comemorar com todos que amamos essa nossa passagem tão importante, mas como estamos em tempos de se cuidar para um amanhã próximo, vamos comemorar a primeira vez de um aniversário de mãe e filha no aconchego de casa, nos braços do papai, vovó e Bisa.

Foto do meu grãozinho de vida curtindo a vida.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s